Ads

a terceira multa à Google devido ao AdSense

A Google é uma das maiores empresas da atualidade e em grande parte o seu sucesso deve-se ao mais famoso motor de pesquisa do mundo.

Agora, a União Europeia prepara-se para aplicar a terceira de uma série de multas à Alpabet, a casa-mãe da Google. É o último capítulo (para já), de uma investigação que já se arrasta há oito anos com base em práticas monopolistas.



A Gigante de Mountain View, aguarda pela pronúncia final de Margrethe Vestager, a comissária europeia para a concorrência.

Será pela sua mão que chegará a última multa para a Google e, neste caso concreto, devido ao seu serviço AdSense.


De acordo com a Bloomberg, a gigante das pesquisas terá usado o AdSense como ferramenta de monopólio. Como é sabido, o AdSense é a plataforma utilizada pela Google para rentabilizar vários dos seus produtos.



O que é o AdSense da Google?
É através da plataforma AdSense que se estabelece o contacto entre anunciante e produtor de conteúdo. Por outras palavras, esta é uma das mais famosas fontes de rendimento da tecnológica norte-americana.



Por outras palavras, é uma plataforma da Google que pode ser utilizada pelos criadores de conteúdo para apresentar publicidades. É a partir daí (mas não só), que se distribui publicidade para os sites, YouTube, bem como outros meios.

Ao mesmo tempo, é uma plataforma na qual as empresas podem investir para terem essa mesma exposição. O dinheiro entra (investimento), a Google fica com uma porção desse mesmo capital (lucro) e distribui o restante ao canais que exibam a referida publicidade (remuneração dos parceiros).

Atualmente é uma das maiores, senão mesmo a maior plataforma de publicidade online, algo que dota o Google de uma posição privilegiada. Isto é, algo que permitiria à tecnológica norte-americana desfavorecer possíveis concorrentes.

Ora, é exatamente isto que alega a comissária europeia para a concorrência. Que esta que estaria a ser usada de forma tendenciosa. Aqui, mais uma vez, de acordo com a investigação da União Europeia.



Será a terceira multa aplicada pela União Europeia à Google
Até à data, a Google acumula 6.7 mil milhões de euros fruto de duas sanções pecuniárias prévias. Contudo, esta cifra poderá muito brevemente vir a sofrer um significativo aumento.



Relembramos que a última multa foi aplicada à empresa americana relativa a práticas anti-concorrenciais no seu sistema operativo Android. O resultado? Uma sanção de 4.3 mil milhões de euros aplicada em julho passado.

O caso anterior pode ser visto aqui. Em causa estavam práticas ilegais relacionadas com dispositivos móveis Android. Consistindo em medidas destinadas a reforçar a posição dominante do motor de pesquisa da Google.



O AdSense tem vindo a perder importância para Google
Ainda de acordo com a mesma fonte, a terceira multa poderá ser a mais reduzida até à data. Fruto da colaboração entre a Google e a União Europeia bem como o declínio constatado do AdSense.



Já de acordo com Aitor Ortiz, analista da Bloomberg – “A multa não deverá causar danos a longo prazo à empresa. Isto porque o AdSense tem sido substituído por outros produtos”, afirma. “Analisando os balanços anuais, nota-se que a relevância do AdSense é cada vez menor.”

De momento nenhuma das partes comentou o assunto. Aguardamos então por novos desenvolvimentos e, quiçá, um ponto final para este disputa envolvendo práticas anti-concorrenciais.

Será este o último capítulo das guerras entre a União Europeia e a Google?

Sem comentários

Deixe seu comentário....

Com tecnologia do Blogger.